Confederao Brasileira de Automobilismo

Fia Fia

  • 25
  • NOVEMBRO / 2018
    Fórmula 1
    Abu Dhabi
  • 25
  • NOVEMBRO / 2018
    Codasur Rally Sulamericano
    Uruguai
  • 25
  • NOVEMBRO / 2018
    Porsche Carrera Cup e GT3 Cup Challenge Brasil 2018 (Endurance)
    São Paulo - Endurance
  • 25
  • NOVEMBRO / 2018
    Mitsubishi Cup
    VeloCittá
  • 25
  • NOVEMBRO / 2018
    Copa Brasil de Autocross
    Cuiaba
  • 25
  • NOVEMBRO / 2018
    Brasileiro de Marcas e Pilotos
    Cuiaba
  • 25
  • NOVEMBRO / 2018
    Brasileiro de Autocross
    Cuiabá



Noticias

06/11/2015
Vinicius Papareli conquista a Seletiva Petrobras de Kart

Vice-campeão do ano passado utiliza experiência a seu favor e fatura o título da 17ª Seletiva de Kart Petrobras na Granja Viana

Mais uma final emocionante, muito equilibrada e envolvendo os 12 melhores kartistas da categoria Graduados em 2015 definiu nesta quarta-feira (dia 4) os campeões da 17ª edição da Seletiva de Kart Petrobras. O paulista Vinícius Papareli, de 17 anos, faturou o título no kartódromo da Granja Viana, em Cotia (SP), com apenas quatro pontos de vantagem para o vice-campeão Gaetano Di Mauro (38,5 contra 34,5). O gaúcho Bruno Bertoncello terminou em terceiro (32 pontos). Para aumentar a tensão e emoção, a prova final ainda contou com chuva e foi encerrada com bandeira vermelha.

Vice-campeão em 2014, Papareli faturou o prêmio em dinheiro de 64 mil reais, Gaetano foi o melhor estreante e levou o Troféu Lubrax e a premiação de 5 mil reais. Além disso, os três primeiros participarão de um programa de orientação, que inclui uma série de ações, entre elas teste em um simulador de F-1 na Europa, treinos com a equipe Koiranen GP da Fórmula Renault Europeia, participação no Mitsubishi Racing Experience com Ingo Hoffmann no Brasil, treino físico e mental com Nuno Cobra Júnior, entre outros.

Papareli, que já havia terminado o primeiro dia da decisão na frente, na terça-feira (3), comemorou o resultado. "Ontem, a gente teve um dia muito bom e hoje foi espetacular. Deu tudo certo e estou muito feliz com a conquista do título. Foi a melhor Seletiva que já participei, muito concorrida. Agora é aproveitar o prêmio na Europa e usar o dinheiro na sequência da minha carreira nas pistas", declarou o paulista.

Apesar de ser o mais velho dos selecionados, Di Mauro, de 18 anos, disputou sua primeira final e elogiou o nível da competição. "Foi uma final muito boa. O Vinícius andou muito bem todos os dias e teve um resultado excelente. Acho que meu resultado teve um pouco a ver com o meu erro na calibragem dos pneus para a final, mas foi um grande aprendizado", comentou o piloto, que já teve a experiência de correr de fórmula na Europa no ano passado e está feliz em voltar a testar no exterior. "Será uma grande oportunidade pra mim", completou.

Fechando os três premiados de 2015, Bertoncello lamentou não ter chegado ao título em sua terceira final da Seletiva de Kart Petrobras, mas lembrou que ainda pode tentar novamente em 2016. "Infelizmente não tive sorte na final. Comecei muito bem, entre os mais rápidos ontem e sempre com grandes chances de ganhar. Mas infelizmente hoje não deu, mas saio feliz com o terceiro lugar. Bola pra frente que ano que vem tem mais", disse.

Equilíbrio até o final
O dia começou com a primeira repescagem. Murilo della Coletta e Sérgio Crispim deram adeus à Seletiva e Matheus Branquinho seguiu adiante. Na sequência, foram realizadas duas baterias eliminatórias, com disputas bastante equilibradas. Gaetano venceu uma delas, seguido por Bertoncello e o amazonense Gabriel Silva. Papareli e Gabriel Sereia abandonaram, após baterem. Na outra, vitória de João Rosate e Zaiya Fontana em segundo. Luiz Matheus foi o terceiro, Luiz Branquinho, o quarto, e Juan Vieira abandonou.

Com os resultados, Gaetano, Bertoncello, Papareli, Rosate e Fontana garantiram suas vagas nas duas provas da final, com apenas três pontos de diferença entre eles, e Silva ficou com a última vaga na repescagem.

Na primeira final, Papareli pulou na frente, tomando a ponta de Gaetano para vencer. Fontana também superou Gaetano e chegou em segundo. Largando na frente, na última prova, que valia mais pontos, Papareli não deu chance aos adversários e venceu sem ser incomodado. A prova foi encerrada com bandeira vermelha e teve 10 das 20 voltas previstas, em virtude da chuva que começou a cair forte no kartódromo do interior paulista. Com isso, valeu apenas metade da pontuação.

"A gente teve um final inesperado com a chuva acontecendo na última bateria, mas deu tudo certo. Na última prova, quatro pilotos tinham a chance de ser campeão, dependendo só do próprio esforço e eu não lembro de alguma final que a gente tivesse uma disputa tão acirrada, mérito do talento dos pilotos e da gente ter conseguido entregar karts que pudessem valorizar isso. Então estou super feliz com o resultado", avaliou Binho Carcasci, organizador da Seletiva de Kart Petrobras nestes 17 anos.

O idealizador do evento também relatou que a experiência fez diferença na decisão. "A pressão psicológica é muito forte na final da Seletiva, porque as coisas acontecem muito rápido e de forma diferente daquelas que os pilotos estão acostumados. Então a experiência, o piloto que já participou um ou dois anos acaba tendo chance de se dedicar mais no momento necessário e sofrer menos com a pressão", completou Carcasci.

Foto: Fábio Oliveira