Confederao Brasileira de Automobilismo

Fia Fia

  • 25
  • NOVEMBRO / 2018
    Fórmula 1
    Abu Dhabi
  • 25
  • NOVEMBRO / 2018
    Codasur Rally Sulamericano
    Uruguai
  • 25
  • NOVEMBRO / 2018
    Porsche Carrera Cup e GT3 Cup Challenge Brasil 2018 (Endurance)
    São Paulo - Endurance
  • 25
  • NOVEMBRO / 2018
    Mitsubishi Cup
    VeloCittá
  • 25
  • NOVEMBRO / 2018
    Copa Brasil de Autocross
    Cuiaba
  • 25
  • NOVEMBRO / 2018
    Brasileiro de Marcas e Pilotos
    Cuiaba
  • 25
  • NOVEMBRO / 2018
    Brasileiro de Autocross
    Cuiabá



Noticias

16/11/2015
Rabelo vence em Interlagos no Mercedes Challenge

Prova integrou programação do Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1

Com vitórias da dupla Marcos Paioli/Peter Gottschalk, na categoria C 250 Cup, e de Adriano Rabelo, na CLA AMG Cup, o Mercedes Benz-Challenge realizou em Interlagos (SP) a sétima etapa da temporada, corrida que foi disputada no mesmo dia do Grande Prêmio Petrobras do Brasil de Fórmula 1. Ao todo, a prova contou com 40 veículos: 22 CLA 45 AMG Racing Series e 18 C 250 Sport.

A disputa na CLA AMG Cup foi intensa do início ao fim, e acabou sendo definida nos últimos metros. O atual campeão da categoria, Arnaldo Diniz, liderou boa parte da prova, mas quando caminhava para sua primeira vitória neste ano, foi obrigado a abandonar por falta de combustível, a poucos metros da linha de chegada.

O abandono de Diniz deixou o caminho livre para a terceira vitória do cearense Adriano Rabelo, que disputa, ponto a ponto, o título da temporada com o gaúcho Fernando Jr. "A emoção foi muito grande quando o Diniz parou, bem na subida que antecede a reta do box, por que meu esforço do final de semana foi enorme, eu estava merecendo a vitória", disse Rabelo. "Para falar a verdade, ganhar uma corrida no mesmo evento da Fórmula 1 é um sonho, com um público desses e um pódio como o que tivemos aqui. Experimentei aqui momentos que poucos podem ter na vida. Hoje, eu realizei um sonho de menino", completou o Cearense Voador.

Na largada, o paulista Cesare Marrucci tomou a dianteira do pole e líder do campeonato, Fernando Júnior. A seguir, o piloto gaúcho também perdeu mais posições e chegou a estar em oitavo. No último terço de prova, no entanto, ele recuperou o bom ritmo e foi subindo na classificação, até terminar na segunda posição. "Foi uma boa corrida. Gostaria de ter vencido, claro, mas fizemos o que foi possível", disse o piloto. "Tomei muitos toques de outros concorrentes e tive que defender muito na largada. Fiz ainda a melhor volta da prova. O (vencedor Adriano) Rabelo tirou três pontos da nossa vantagem, mas ainda restam doze. Vamos à luta. Tem mais uma etapa que vai decidir tudo e nós vamos brigar pelo título", avaliou o líder.

Com o resultado, Fernando Jr. passou a somar 114 pontos, contra 102 de Adriano Rabelo. Como a etapa de encerramento da temporada, marcada para o dia 13 de dezembro novamente em São Paulo, terá pontuação dobrada, inúmeras combinações de resultado podem definir o campeão. Fernando Jr. depende apenas de seus próprios resultados, o que significa que ficará com o título caso termine a prova à frente de seu principal adversário. Já Rabelo, o único que pode tirar o campeonato do piloto de Santa Cruz do Sul, precisa vencer e torcer para que o gaúcho não passe da quarta posição.

A etapa paulista marcou o primeiro pódio de Fernando Amorim na CLA AMG Cup. Mesmo largando em 16o em razão de um erro no acerto do carro para o treino de classificação, ele recebeu a bandeirada em terceiro. "O automobilismo é um esporte cheio de emoções de todos os tipos. Comecei a temporada dividindo o carro com meu filho. Nesta etapa corri sozinho e prometi um pódio para o pessoal lá de casa. Mantive a confiança na conquista de um bom resultado e não me desmotivei. O bom conhecimento que tenho da pista de Interlagos ajudou, apesar da pista ter mudado um pouco. Mesmo assim, o conhecimento dos pontos onde se deve poupar mais os freios e outros aspectos técnicos foi fundamental", comentou Amorim.

Paioli domina C 250 - Já a prova da C 250 Cup apresentou menos alternativas. O domínio demonstrado pela Paioli Racing nos treinos livres e, principalmente, na tomadas de tempo para o grid, se manteve durante a corrida. A ponto de os líderes não terem sido incomodados em nenhum momento da competição. Pole da categoria, a dupla Marcos Paioli/Peter Gottschalk venceu com dez segundos de vantagem para Peter Michel Gottschalk, o segundo colocado - dando os dois primeiros lugares para o time paulista.

Apesar de não ter representado mais uma vitória na carreira de Michel, o segundo lugar obtido neste domingo permitiu a ele assumir a liderança do campeonato, com apenas dois pontos de vantagem para a dupla Luiz Sena Jr./Cleiton Campos (99 a 97). A briga direta pelo título não se resume a eles, já que o capixaba Betinho Sartório aparece logo a seguir na tabela, com 94 pontos. Ao menos matematicamente, os oito primeiros colocados da C 250 Cup têm chances de ficar com o título.

Quem não foi a Interlagos poderá ver a prova deste domingo no próximo dia 22 de novembro, no canal BandSports, a partir das 10h. Valendo pontuação dobrada, a oitava e última etapa da temporada 2015 do Mercedes-Benz Challenge entrega 40 pontos para o vencedor e será no dia 13 de dezembro, também em Interlagos. Confira os resultados de hoje:
1) Adriano Rabelo (Cordova Motorsports - CLA), 25 voltas
2) Fernando Junior (WCR - CLA), a 3.869
3) Fernando Amorim (Fiolux RSports Racing - CLA), a 7.619
4) Cristian Mohr (RSports Racing - CLA), a 8.992
5) Neto De Nigris (De Nigris/Europamotors - CLA), a 13.220
6) Thiago Viana (VB Motorsport - CLA), a 17.436
7) Carlos Kray (CKR Racing - CLA), a 20.936
8) Marcelo Hahn/C.Hahn (Blau Motorsport - CLA), a 23.135
9) Pierre Ventura (CKR Racing - CLA), a 38.612
10) Fernando Poeta (Sul Racing - CLA), a 46.426
11) Betão Fonseca (Center Bus Sambaiba Racing - CLA), a 59.632
12) Danilo Pinto (Scuderia 111 - CLA), a 1:19.255
13) Claudio Dahruj/Otavio Mesquita VB Motorsport - CLA), a 1:21.108
14) Cesare Marrucci (Cordova Motorsports - CLA), a 1:25.166
15) Paulo Totaro (Scuderia 111 - CLA), a 1:28.009
16) Arnaldo Diniz Filho (Comark Racing - CLA), a 1 volta
17) Marcos Paioli/Peter Gottschalk (Paioli Racing ¬- C250), a 1 volta
18) Peter Michel Gottschalk (Paioli Racing - C250), a 1 volta
19) Max Mohr (RSports Racing - C250), a 1 volta
20) Flavio Andrade (Hot Car Competições - C250), a 1 volta
21) Mauricio Lund/Alberto Cattucci (Hot Car Competições - C250), a 1 volta
22) Betinho Sartório (Paioli Racing - C250), a 2 voltas
23) Beto Rossi/Alline Cipriani (Divena Racing/RSports Racing - C250), a 2 voltas
24) Christian Germano (Center Bus Sambaiba Racing - C250), a 2 voltas
25) Marcio Basso (Center Bus Sambaiba Racing - C250), a 2 voltas
26) Luiz Sena Jr/Cleiton Campos (WCR - C250), a 2 voltas
27) Claudio Simão/Vinicius Simão (Center Bus Sambaiba Racing - C250), a 2 voltas
28) A. Papazissis/A.Camacho (RSports Racing - C250), a 2 voltas
29) Leo Jr/Lucca de Nigris (De Nigris/Europamotors - C250), a 3 voltas
30) C Eduardo Placucci/C.A.Guilherme (Center Bus Sambaiba Racing - C250), a 4 voltas
31) Roberto Santos (Della Via Racing Team - C250), a 5 voltas
32) Aymam Darwich (RSports Racing - C250), a 5 voltas
33) Lorenzo/Paulo Varassin (Cordova Motorsports - CLA), a 6 voltas
34) Fernando Fortes (Sul Racing - CLA), a 17 voltas
35) Richard Heidrich/Armin Kliewer (Center Bus Sambaiba Racing - C250), a 19 voltas
36) Theo de Nigris/Thiago de Nigris (De Nigris/Europamotors - C250), a 20 voltas
37) Luiz Carlos Ribeiro (Mottin Racing - CLA), a 22 voltas
38) Cesar Fonseca (Center Bus Sambaiba Racing - CLA), a 22 voltas
39) Peter Ferter (LT Team - CLA), a 24 voltas

Foto: Beto Issa/F1 GP Brasil