Confederao Brasileira de Automobilismo

Fia Fia

  • 25
  • NOVEMBRO / 2018
    Fórmula 1
    Abu Dhabi
  • 25
  • NOVEMBRO / 2018
    Codasur Rally Sulamericano
    Uruguai
  • 25
  • NOVEMBRO / 2018
    Porsche Carrera Cup e GT3 Cup Challenge Brasil 2018 (Endurance)
    São Paulo - Endurance
  • 25
  • NOVEMBRO / 2018
    Mitsubishi Cup
    VeloCittá
  • 25
  • NOVEMBRO / 2018
    Copa Brasil de Autocross
    Cuiaba
  • 25
  • NOVEMBRO / 2018
    Brasileiro de Marcas e Pilotos
    Cuiaba
  • 25
  • NOVEMBRO / 2018
    Brasileiro de Autocross
    Cuiabá



Noticias

05/01/2016
Dakar: brasileiros têm desempenhos distintos

Marcelo Medeiros ficou no top-5 dos quadriciclos, enquanto Guilherme Spinelli e Youssef Haddad apareceram entre os 20 melhores nos carros

Após o cancelamento do prólogo, por conta de um acidente, e da primeira especial, em decorrência de fortes chuvas, o Rally Dakar finalmente teve seu início para valer nesta segunda-feira (4), com a disputa do estágio entre o distrito de Villa Carlos Paz e a cidade de Termas de Rio Hondo, na Argentina. E os competidores brasileiros tiveram desempenhos bastante distintos em suas classes.

Entre os carros, Guilherme Spinelli e Youssef Haddad tiveram um bom desempenho, terminando os 387 quilômetros da especial na 18ª posição, com o tempo de 3h59min34s com um Mitsubishi ASX. João Franciosi e Gustavo Gugelmin, também com o carro da montadora japonesa, ficaram com a 66ª posição, enquanto Leandro Torres e Lourival Roldan ficaram com o 83º posto, com um UTV Polaris. Jorge Wagenfuhr e Joel Kravtchenko não completaram.

“Foi uma especial longa, cansativa, bem sinuosa, mas prazerosa. Do meio para o fim, muita dificuldade. Perdemos tempo atrás de outro piloto que não conseguimos ultrapassar devido à poeira. Diferentemente de ontem, hoje não choveu e tinha muito pó”, disse Spinelli. “Correu tudo bem, conseguimos terminar em uma boa colocação e com o carro em ordem. Agora iremos nos preparar para amanhã, além largarmos em uma posição melhor”, completa.

O melhor desempenho brasileiro do dia, porém, veio nos quadriciclos. Marcelo Medeiros terminou o estágio na quarta colocação, após aparecer nos primeiros checkpoints do dia no terceiro lugar. O bom desempenho rendeu ao brasileiro a quarta posição no resultado acumulado do Dakar, que tem o chileno Ignacio Casale na liderança, com quatro minutos de vantagem em relação aos concorrentes.

Se tudo deu certo para o estreante Medeiros, a etapa foi negra para o veteraníssimo Jean Azevedo. O piloto, que disputa o maior rali do mundo com uma moto Honda, sofreu uma queda nos primeiros 30 quilômetros da especial, sofrendo lesões leves. O acidente também danificou a moto, que teve o tanque de combustível traseiro quebrado. Ainda assim, o paulista conseguiu completar o estágio na 133ª e última colocação.

A próxima etapa do Dakar liga as cidades argentinas de Termas de Rio Hondo e Jujuy. Os competidores terão um percurso total de 663 quilômetros, sendo 314 deles cronometrados.

Foto: José Mário Dias