Confederao Brasileira de Automobilismo

Fia Fia

  • 17
  • DEZEMBRO / 2017
    Brasileiro de Drift
    Rio de Janeiro

Noticias

20/11/2016
Maurício vence após pane seca de Barrichello

Foi a primeira vitória do piloto da Eurofarma RC no ano

Ricardo Maurício conquistou sua primeira vitória na temporada 2016 da Stock Car neste domingo (20). De forma dramática, o piloto da Eurofarma RC contou com uma pane seca de Rubens Barrichello nos metros finais da última volta para triunfar na corrida de encerramento da etapa de Curvelo (MG), disputada no Circuito dos Cristais.

A segunda colocação ficou com Tuka Rocha, com o carro da RZ Motorsports, que chegou a tentar a ultrapassagem sobre Maurício na penúltima volta, mas escapou da pista após um toque. O pódio ainda contou com Daniel Serra, da Red Bull. Valdeno Brito foi o quarto, seguido por Denis Navarro.

A corrida foi dominada na maior parte por Diego Nunes, que largou da pole position e se manteve na liderança até o complemento da 12ª volta, quando foi aos boxes para o reabastecimento. Este foi o fator que definiu a corrida, uma vez que diversos pilotos tentaram não realizar a parada durante a etapa.

Com o resultado da segunda corrida, Felipe Fraga – que também precisou visitar os boxes – segue na liderança da Stock Car com 282 pontos, contra 245 de Rubens Barrichello. Apenas os dois seguem com chances de conquistar o campeonato. Valdeno Brito é o terceiro, com 200, seguido por Marcos Gomes, com 195. Diego Nunes, com 174, ocupa a quinta colocação.

A temporada 2016 da Stock Car será definida no dia 11 de dezembro, com a realização da etapa de São Paulo (SP), marcada para o Autódromo de Interlagos.

Confira como foi a corrida

Na saída para a volta de apresentação, o carro de Galid Osman apresentou um problema, e ficou parado na pista, acabando com as chances do piloto da Ipiranga RCM. A largada teve Nunes mantendo a liderança da corrida, seguido por Campos e Átila. Allam Khodair, por sua vez foi punido por queima de largada.

Antes de pagar a punição, Khodair ainda segurou Fraga, que lutava pela nona colocação, enquanto Barrichello aparecia na quinta colocação. No quarto giro, o líder do campeonato avançou para a sexta posição, depois de superar Camilo, enquanto o piloto da Medley-Full Time avançou ao quarto posto depois de passar por Gabriel Casagrande.

Átila Abreu avançou ao segundo lugar na quinta volta, e passou a caçar Diego Nunes. Depois, na sétima volta, Barrichello avançou ao terceiro lugar, ganhando a posição de Campos. O paranaense, porém recuperou o posto no giro seguinte. Fraga, por sua vez, conseguiu uma ultrapassagem Casagrande, tomando o quinto lugar.

Sem que todos estes pilotos fizessem paradas nos boxes, o combustível passou a ser um fator na parte final da corrida. Camilo e Sérgio Jimenez foram aos boxes na 11ª das 16 voltas. Átila seguiu no ataque sobre Nunes, mas ambos foram aos boxes na 13ª volta, fazendo com que Barrichello, que tornou a superar Campos, tomasse a liderança.

Os competidores começaram a sofrer com pane seca na 14ª volta. Primeiro, Cacá Bueno ficou sem combustível, enquanto Julio Campos passou a andar em ritmo lento para tentar completar a corrida. Preocupado com esta situação, Barrichello seguiu na ponta, enquanto Ricardo Maurício, vindo em segundo, tocou Tuka Rocha, que brigava pela posição.

Nos metros finais Maurício se aproximou de Barrichello, que acabou castigado na última curva, também sofrendo a pane seca. O piloto da Eurofarma RC venceu pela primeira vez na temporada, seguido por Tuka Rocha e Daniel Serra.

Foto: Duda Bairros