Confederao Brasileira de Automobilismo

Fia Fia

  • 22
  • OUTUBRO / 2017
    Fórmula 1
    Estados Unidos
  • 22
  • OUTUBRO / 2017
    Stock Car
    Curitiba
  • 22
  • OUTUBRO / 2017
    Brasileiro de Turismo
    Curitiba
  • 22
  • OUTUBRO / 2017
    Mercedes-Benz Challenge
    Curitiba
  • 22
  • OUTUBRO / 2017
    Brasileiro de Marcas
    Curitiba
  • 22
  • OUTUBRO / 2017
    Mitsubishi Motorsports Sudeste
    Campos do Jordão

Noticias

17/03/2017
Waldner Bernardo toma posse de presidência da CBA

Nesta sexta (17), em Brasília, presidente da entidade no quadriênio 2017-2020 apresentou vices e presidentes de comissão, e ressaltou transparência, profissionalização e investimento na formação de pilotos como pilares de nova gestão da Confederação Brasileira de Automobilismo

O pernambucano Waldner Bernardo, 42 anos, tomou posse nesta sexta-feira, 17 de março, do cargo de presidente da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA), em evento no Plenário 2 da Câmara dos Deputados, em Brasília (DF). Dadai, como Bernardo é conhecido, venceu o pleito para comandar a principal entidade do motor no Brasil no dia 20 de janeiro. O mandato do novo presidente vale para o quadriênio 2017-2020.

 

“Pavimentar a profissionalização do automobilismo, com transparência, união, dedicação e paixão será apenas o ponto de partida do nosso trabalho. O plano da nova diretoria é criar uma solidez para o desenvolvimento do automobilismo no futuro. Como não poderia ser diferente, também é muito importante concentrar esforços para a criação de uma plataforma multidisciplinar no desenvolvimento de formação de pilotos”, afirmou Waldner Bernardo, que garantiu maior diálogo e abertura com a classe de pilotos em sua gestão. “Esperamos manter relacionamento intenso e de colaboração mútua com a Associação Brasileira de Pilotos de Automobilismo. A intenção é que todos caminhemos juntos para o crescimento do esporte a motor”, completou.

Presente na posse, Vitor Meira, co-fundador da Associação Brasileira de Pilotos de Automobilismo (ABPA), demonstrou esperança com o futuro da modalidade e garantiu apoio ao novo presidente.

“Estamos aqui à disposição para ajudar, muito felizes com a posse do Dadai, e mais ainda de fazer parte do início da recuperação da economia, para chegarmos onde sempre sonhamos. Nossa relação com a CBA será de transparência, de liberdade de discussões, porque é assim que se constrói uma história. A Associação, com todos os nossos co-fundadores, Felipe Giaffone, Bia Figueiredo, Rubens Barrichello, Cacá Bueno, enfim, todos os associados, espera contribuir no nível da nossa paixão pelo automobilismo. Tenho certeza de que a CBA divide o mesmo sentimento”, afirmou o representante da ABPA.

 

Ex-presidente da Federação Pernambucana de Automobilismo e da Comissão Nacional de Velocidade da Confederação Brasileira de Automobilismo, Waldner Bernardo também anunciou, nesta sexta-feira, sua nova diretoria. Ele terá como vices Selma Morais (BA), Almir Battisti Petris (SC) e Rogelho Massud Junior (MS).

 

Os novos Presidentes de Comissão da CBA serão: Dino Altmann (Comissão Nacional de Medicina Desportiva), Paulo Beccardi (Comissão Nacional de Velocidade), Adalberto Monteiro (Comissão Nacional de Arrancada), Pedro Sereno Mattos (Comissão Nacional de Kart), Luis Ernesto Morales (Comissão Nacional de Autódromos), Haroldo Scipião (Comissão Nacional de Rally), Gian Pasquali (Comissão Nacional de Velocidade na Terra) e Milton Santana (Diretor de Marketing).

 

 

Diretoria-geral – Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA)

 

Presidente: Waldner Bernardo

 

Waldner Bernardo, o “Dadai”, tem uma trajetória ascendente no automobilismo brasileiro. De sinalizador do autódromo Ayrton Senna de Caruaru (PE), em 1992, ele chegou, em 2017, ao posto principal da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA): a presidência da entidade.

Antes de ser eleito presidente da CBA, o dirigente percorreu um caminho técnico em sua formação: de 1994 a 2001, foi coordenador-chefe de sinalização; de 2002 a 2008, atuou como Promotor de Eventos de Arrancada em Pernambuco, à frente da empresa ProRacing.

Em 2009, Dadai foi convidado para trabalhar na Federação Pernambucana de Automobilismo, exercendo o cargo de Diretor de Competições, atuando em disputas regionais como diretor de provas e comissário desportivo. De 2009 a 2010, se tornou diretor-financeiro, sendo vice- presidente de 2010 a 2014, até chegar ao cargo de presidente, exercido de 2014 a 2017.

Nesse período, também atuou como Comissário Desportivo Nacional em provas da Fórmula Truck e StocK Car, de 2011 a 2012, e assumiu a Comissão Nacional de Velocidade, de 2013 a 2016.

Em 2017, foi eleito presidente da Confederação Brasileira de Automobilismo para o quadriênio 2017-2020.

 

Vice-presidente: Selma Morais (BA)

 

Jornalista, formada pela Universidade Federal da Bahia e pós-graduada em Multimeios. Especializada em Jornalismo Automotivo, trabalhou no Jornal A Tarde por 26 anos  (20 no Caderno de Automobilismo e 6 no de Esportes). Dirigiu e apresentou, por 6 anos, o programa Alta Velocidade, na TV Salvador (canal fechado da Rede Bahia/Globo). Tem o Programa Bahia Motor na TV Educativa/ Bahia, há 7 anos. Dirigiu a Federação de Automobilismo da Bahia por 14 anos. Além de ser piloto de Rally, organiza o “Rally do Batom” há 25 anos.

 

Vice-presidente: Almir Battisti Petris (SC)

 

Iniciou suas atividades automobilísticas em 1980 fazendo Rally de regularidade em Rio do Sul (SC). Em 1982, começou a participar do campeonato catarinense de Rally de regularidade, sendo vice-campeão do Estado de Santa Catarina em 1984. Foi piloto de velocidade na terra de Marcas de 2001 a 2004. Sócio-fundador do automóvel clube de Rio do Sul e de um automóvel clube em Lontras (SC). Em 2009 e 2010, foi vice-presidente da Federação de Automobilismo do Estado de Santa Catarina (FAUESC). Já em 2011, assumiu a presidência, onde permaneceu até 2016.

 

Vice-presidente: Rogelho Massud Junior (MS)

 

Advogado e ex-piloto de Kart, foi fundador do Tribunal de Justiça da Federação de Automobilismo do Mato Grosso do Sul (FAMS). Ficou no posto de presidente do Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) da FAMS em duas oportunidades, totalizando um período de oito anos. Além disso, foi auditor do mesmo órgão por 12 anos. De 2013 a 2017, assumiu o cargo de auditor do Superior Tribunal de Justiça da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA).

 

Presidentes de Comissão – CBA

 

Dino Altmann – Comissão Nacional de Medicina Desportiva

 

Médico do Unicor Medical Emergency Team  nos Grandes Prêmios do Brasil de Fórmula 1 de 1990 a 2000, atuando como médico de pista, do time de extração, supervisor do atendimento de pista e responsável pela Sala de Emergência  e  Centro Médico do autódromo de Interlagos, em São Paulo. Responsável pelo atendimento médico no Campeonato Brasileiro de Stock Car e outras provas realizadas no mesmo evento desde 1997.

Diretor médico do Grande Prêmio do Brasil de F-1 desde 2001, e da Etapa Brasileira do Campeonato Mundial de Turismo FIA (WTCC), em 2007. Membro da Comissão Médica da Federação Internacional de Automobilismo (FIA) desde 2001 e da Comissão de Ensino e Treinamento Médico em Automobilismo da Fundação FIA desde 2005.

Desenvolveu trabalhos em diversos hospitais, como Hospital Universitário da Universidade de São Paulo (USP), Hospital Sírio-Libanês, Hospital Israelita Albert Einstein e Hospital São Luiz.

 

Paulo Beccardi – Comissão Nacional de Velocidade

  
Formado em Economia, com Pós-Graduação em Administração de Empresas. Atua no automobilismo desde 1998. Desenvolveu e promoveu a implantação do departamento Renault Sport e do departamento de competições da marca Peugeot Sport, com ênfase no Rally de Velocidade. Em 2008, se tornou responsável pelas operações técnicas da Time For Fun, empresa responsável pela Stock Car, Stock Car Light, Pick Up Racing e Mini Challenge. Já em 2011, assumiu a superintendência de Pós Vendas da Kasinski Motos para depois montar sua própria consultoria em Marketing e Projetos.

 

Adalberto Monteiro – Comissão Nacional de Arrancada

 

Atua em diversas funções no automobilismo desde 1990, entre elas como oficial de competição em eventos regionais, nacionais (Stock Car, Fórmula Truck, Marcas, Turismo, Fórmula 3) e internacionais (WTCC, BPR e Fórmula 1). É vice-presidente do Automóvel Clube de Arrancada de Curitiba (PR) e sócio-proprietário da empresa Força Livre Motorsport, que atua na organização de eventos desde 1992.

 

Pedro Sereno Mattos – Comissão Nacional de Kart

 

Foi piloto de Rally de 1972 a 1978 pelo Rallye Clube Minas Gerais. Membro do Comitê Executivo da Comissão Internacional de Kart (CIK), como representante da América do Sul, na Federação Internacional de Automobilismo (FIA), de 1992 a 2009, presidente da Comissão de Kart da Confederação de Automobilismo da América do Sul (CODASUR), de 2006 a 2009, presidente da Comissão Nacional de Kart da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA), de 1991 a 2009, e presidente da Federação Mineira de Automobilismo, desde 1994. 

 

Luis Ernesto Morales – Comissão Nacional de Autódromos

 

Graduado em Engenharia Civil, é Sócio-Diretor Comercial na JZ Engenharia, empresa especializada em obras de infraestrutura e Sócio-Diretor Técnico/Comercial na Rígido Engenharia, consultoria especializada em projetos e gerenciamento de obras e eventos. Desde 2000, a Rígido Engenharia participa da organização do Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1, sendo Morales o engenheiro chefe. Também participa de projetos ligados a outros autódromos no país.

 

Haroldo Scipião – Comissão Nacional de Rally

 

Industrial nos ramos de agregados para construção, concreto e corretora de seguros. Piloto de Kart de 1978 a 1983, de Fórmula Ford de 1983 a 1988 e de Rally de 1991 a 1996. Presidente da Federação Cearense de Automobilismo de 1996 a 2016 e presidente da Comissão Nacional de Rally desde 2015.

 

Gian Pasquali – Comissão Nacional de Velocidade na Terra

 

Advogado, piloto e um dos responsáveis pela criação da categoria Autocross no Brasil em 1981, e responsável pela criação da AutoCross Clube de Apucarana (ACCA), o primeiro clube de automobilismo do Brasil filiado a uma Federação (Paranaense) a sediar provas da categoria. Em 1996,debutou como piloto no Campeonato Paranaense de Autocross. Em 2015, iniciou um projeto de disputar o Campeonato Brasileiro de Autocross, sendo vice-campeão em 2016.

 

Milton Santana – Diretor de Marketing

 

É Graduado em Engenharia Civil pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e Pós-Graduado em Marketing pela FCAP-UPE (Faculdade de Ciências da Administração de Pernambuco). Desde 1996, é sócio-diretor da A-SIM Marketing. Também é presidente da Holding GRUPO MS, da qual fazem parte a A-SIM Marketing, a MS Consultoria de Marketing e a DONE Soluções em Comunicação. Na Associação Brasileira de Marketing Promocional (AMPRO), foi diretor-geral em 2012/2013 e presidente do Capítulo Nordeste de 2014/2015. Atualmente, é o vice-presidente nacional para o biênio 2016/2017.

 

Legenda da Foto: Waldner e Vitor Meira (Ex-piloto da F-Indy) - Crédito: Marcelo Clemente