Confederao Brasileira de Automobilismo

Fia Fia

  • 17
  • DEZEMBRO / 2017
    Brasileiro de Drift
    Rio de Janeiro

Noticias

16/10/2017
EuroNascar: Felipe Rabello termina com vice entre os estreantes

Piloto de Belo Horizonte terminou a última etapa em segundo; no geral, foi o terceiro colocado do campeonato

A rodada dupla final da Nascar Whelen Euro Series foi eletrizante e provocou uma reviravolta na tabela de pontuação. Depois de vencer a sua sétima corrida na temporada, o francês Thomas Ferrando garantiu o título da versão europeia da Nascar no sábado (14/10), em Zolder, na Bélgica, e se deu ao luxo de terminar apenas na 15ª posição na última etapa. Enquanto isto, o mineiro Felipe Rabello (Get Castle Crush App/Mellore Alimentos) abandonou a penúltima etapa e a possibilidade títulos inéditos para o Brasil, e mesmo terminando em segundo no domingo (15/10), caiu para a vice-liderança da Rookie Cup e ficou em terceiro na classificação geral da EuroNascar.

“Foi um bom ano de estreia. Ano que vem voltaremos com mais experiência, conhecimento das pistas e tenho certeza que terei maiores chances de ser campeão”, resigna-se o representante de Belo Horizonte, que chegou na sexta e última rodada dupla, na Bélgica, como líder entre os Estreantes e terceiro colocado na Geral, com plenas condições de ser campeão em ambos os certames.

Na 11ª etapa Felipe Rabello largou da terceira posição, e na 11ª volta, quando ocupava o terceiro posto e bem próximo dos líderes, ficou sem freios e foi obrigado a abandonar ainda no meio do circuito de Zolder. “Tivemos que trocar o câmbio pouco antes da largada e que ficou falhando durante a corrida. E por isso o freio foi muito forçado, chegou a pegar fogo e com isso passei reto numa chicane e não tive condições de continuar. Foi uma pena, pois os meus adversários mais diretos estavam atrás de mim e eu poderia sair desta etapa ainda mais líder da Rookie Cup e como vice-líder da EuroNascar”, contou o brasileiro.

Na 12ª e última etapa da versão europeia da mais importante categoria do automobilismo norte-americano Rabello teve um desempenho extraordinário e recebeu a bandeirada na segunda posição, deixando de ser vice-campeão nos dois certames por apenas três pontos. “Este sexto pódio mostrou o nosso potencial. Ainda mais lembrando que eu fui o segundo piloto em número (duas) de vitórias. Fazer o que, vamos com tudo para a próxima temporada, que certamente será excelente para o Brasil”, planeja o piloto apoiado por Castle Crush/Mellore Alimentos.

Os dez primeiros na antepenúltima etapa da EuroNascar foram: 1) Thomas Ferrando (França), 18 voltas; 2) Guillaume Dumarey (Bélgica), a 2s163; 3) Paul Guiod (França), a 3s785; 4) Justin Kunz (Alemanha), a 4s571; 5) Marconi Abreu (Brasil), a 6s556; 6) Martin Doubek (República Checa), a 7s341; 7) Nicki Petersen (Dinamarca), a 7s728; 8) Jerry De Weerdt (Bélgica), a 8s281; 9) Gil Lancaster (Luxemburgo), a 9s324; 10) Guillaume Deflandre (Bélgica), a 9s752; 21) Felipe Rabello (Brasil), a 7 voltas.

Os dez primeiros na última etapa da EuroNascar foram: 1) Guillaume Deflandre (Bélgica), 16 voltas; 2) Felipe Rabello (Brasil), a 6s387; 3) Dario Caso (Itália), a 15s677; 4) Gil Linster (Luxemburgo), a 16s363; 5) Guillaume Dumarey (Bélgica), a 16s390; 6) Kenko Miura (Japão), a 20s682; 7) Nicki Petersen (Dinamarca), a 21s020; 8) Ulysse Delsaux (França), a 22s488; 9) Paul Guiod (França), a 24s679; 10) Hugo Bec (França), a 32s465.

Os dez primeiros na pontuação final da Nascar Whelen Euro Series são: 1) Thomas Ferrando (França), 676 pontos; 2) Guillaume Dumarey (Bélgica/Rookie), 585; 3) Felipe Rabello (Brasil/Rookie), 582; 4) Ulysse Delsaux (França), 580; 5) Marconi Abreu (Brasil), 540; 6) Justin Kunz (Alemanha), 539; 7) Maciej Dreszer (Polônia/Rookie), 532; 8) Paul Guiod (França), 530; 9) Gil Linster (Luxemburgo/Rookie), 491; 10) Jerry De Weerdt (Bélgica), 470.

Fonte: Assessoria de imprensa