Confederao Brasileira de Automobilismo

Fia Fia

  • 25
  • NOVEMBRO / 2018
    Fórmula 1
    Abu Dhabi
  • 25
  • NOVEMBRO / 2018
    Codasur Rally Sulamericano
    Uruguai
  • 25
  • NOVEMBRO / 2018
    Porsche Carrera Cup e GT3 Cup Challenge Brasil 2018 (Endurance)
    São Paulo - Endurance
  • 25
  • NOVEMBRO / 2018
    Mitsubishi Cup
    VeloCittá
  • 25
  • NOVEMBRO / 2018
    Copa Brasil de Autocross
    Cuiaba
  • 25
  • NOVEMBRO / 2018
    Brasileiro de Marcas e Pilotos
    Cuiaba
  • 25
  • NOVEMBRO / 2018
    Brasileiro de Autocross
    Cuiabá



Noticias

28/06/2018
Sul-Americano de Rotax tem treinos intensos antes da fase classificatória

Fase decisiva começa a se desenhar nesta sexta-feira (30), com as primeiras corridas, após doze sessões de treinos nas pistas do Kartódromo da Granja Viana

Nesta quinta-feira (28) foi encerrada a fase de treinos que antecedem as classificatórias do Sul-Americano de Rotax 2018, que acontecem a partir desta sexta-feira (29). Ao todo, os 140 pilotos inscritos participaram de doze sessões de treinos de 10 minutos cada, onde os competidores puderam estudar a pista e trabalhar no melhor acerto de seus equipamentos no traçado do Kartódromo Internacional da Granja Viana, em São Paulo.
 
As disputas foram muito acirradas na busca pelo melhor tempo entre os pilotos, mostrando o que todas as categorias reservam para a próxima fase do campeonato continental, de onde sairão os campeões e classificados para o Rotax Max Challenge Grand Finals deste ano, que acontece em novembro, na Paraíba, reunindo 360 pilotos de mais de 60 países.
 
A sexta-feira começa com o warm-up (5 minutos), tomada de tempo definindo os grids de largada (5 voltas) e as três baterias classificatórias das sete categorias (Micro Max, Sênior Max, Mini Max, DD2 Masters, Junior Max, Masters Max e DD2 Sênior), totalizando 21 corridas no dia. A soma destes resultados irá decidir a ordem de largada das pré-finais, que, por sua vez, organiza o grid para as provas finais. O live timing pode ser acompanhado através do site www.race-monitor.com e do app de mesmo nome.
 
Confira o que rolou nos treinos do Sul-Americano de Rotax 2018 em todas categorias:
 
Micro Max
 
A primeira categoria que entrou nas pistas para os treinos foi a Micro Max, que conta com 18 participantes, em sua maioria pilotos locais, mas com estrangeiros da Argentina, Paraguai e Peru. O principal destaque foi Enzo Nienkotter, que liderou 9 dos 12 treinos e fazendo o melhor tempo (50.315s). Porém, outros nomes estão fortes na disputa, como Luigi Di Lazzaro, Felipe Falk, João Pinheiro e Gabriel Koenigkan, que ficaram frequentemente entre os mais rápidos. De fora do Brasil, o piloto paraguaio Alberto Benitez fez bons treinos nesta quinta-feira e promete dar trabalho para os brasileiros.
 
Sênior Max
 
Uma das categorias que se mostrou mais acirrada até agora, a Sênior Max promete ser emocionante. Contando com 23 pilotos, existe um equilíbrio grande entre brasileiros e argentinos nesta categoria, além de ter um representante do Paraguai e o único chileno deste Sul-Americano. Diversos pilotos se alternaram na liderança dos treinos com tempos bem próximos. O melhor tempo dos 12 treinos foi feito por João Cunha (45.404s) na 11ª sessão. Outros destaques foram Christian Fliter, que teve o segundo melhor tempo geral (45.457s), e Guilherme Peixoto, que liderou quatro práticas. O brasileiro Lucca Travaglini e os argentinos Francisco Grimaldi, Gonzalo Agustin Escaleira e Joaquin Keil também estão com ritmo competitivo.
 
Mini Max
 
Trazendo bastante equilíbrio entre os competidores, os treinos da Mini Max reservaram momentos de muita disputa, tendo Vinícius Tessaro como principal protagonista até então, sendo o primeiro a fazer o tempo abaixo dos 48s. Juntaram-se à ele, os pilotos Gabriel Gomes, Eduardo Ritzmann e o argentino Felipe Bernasconi, todos na última bateria do dia. Entre seus concorrentes, estão também os brasileiros Antonella Bassani e Nicolas Chon, o paraguaio Alejandro Samaniego e o argentino Valentino Spinella, que também fizeram bons treinos, principalmente nesta quinta-feira.
 
DD2 Masters
 
Reunindo os pilotos mais experientes, a categoria DD2 Masters tem atletas do Brasil, Argentina, Peru e Venezuela. Entre os principais destaques está Fernando Guzzi, que liderou quatro baterias e ficou entre os primeiros em todas as 12 sessões, mas na busca pelo melhor tempo ficou atrás apenas do peruano Mundy Loyer (45.146s). Outros concorrentes que fizeram bons treinos foram Roberto Azana, Diego Lozov. Munir e Michel Aboissa, além do venezuelano Luis Schiavo e o peruano Mundy Loyer. A curiosidade desta categoria é a presença de pai e filho da família Aboissa correndo lado a lado.
 
Júnior Max
 
Os 20 competidores da categoria também tiveram tempos bem próximos nos treinamentos. Contando com 10 brasileiros, 9 argentinos e um paraguaio, a Júnior Max teve os melhores tempos feitos por Eduardo Trindade (45.589s), Lucas Bohdanowicz (45.632s) e Felipe Bartz (45.645s). Nicolas Giaffone, Nicolas Chon e os argentinos Alonso Ortega e Bautista Alonso, também se destacaram na categoria. Um nome que também chama atenção é o de Fernando Barrichello, o Fefo, filho do piloto Rubens Barrichello.
 
Masters Max
 
Com maior número de estrangeiros do que de pilotos locais, a Max Masters promete emoção na disputa. São sete brasileiros, oito argentinos e dois peruanos competindo pelo melhor tempo e quem levou a melhor foi o Brasil, com o piloto Michel Aboissa liderando metade dos treinos e o fazendo o melhor tempo geral (46.090s). Roberto Azana, Lucas Souza e Luiz Antônio também fizeram bons treinos, assim como os peruanos Rafael Fernandez e Rafael Dávila.
 
DD2 Sênior
 
Outra categoria recheada de estrangeiros, a DD2 teve resultados bem apertados entre representantes brasileiros, do Equador e Argentina. Vencedor do Sul-Americano em 2015 e em busca do bicampeonato, o piloto Leonardo Reis liderou cinco dos 12 treinos, porém o melhor tempo geral foi de André Nicastro (44.697s), seguido por Marcel Coletta (44.712s).
 
Foto: Shadow Images (ASI) / Rotax