Campeonato NacionalBrasileiro De Arrancada

Notícias

01 Março 2019

Resultado do Ranking Brasileiro de Arrancada 2018 é divulgado

Meta para 2019 é aumentar de cinco para 20 o números de etapas .

Criado em 2018 pela Confederação Brasileira de Automobilismo, através da Comissão Nacional de Arrancada, o Ranking Brasileiro de Arrancada tem o objetivo de dar condições aos pilotos de diversas partes do país para fazerem parte de um único sistema de classificação nacional.

Com a sua implantação, criou-se a possibilidade dos pilotos evitarem grandes deslocamentos, participando e somando pontos em campeonatos próximos da sua região, sem a obrigatoriedade de percorrer longos trajetos pelo país. No total, 198 pilotos foram divididos em 17 categorias e participaram das cinco provas válidas pelo Ranking 2018, representando diversos estados brasileiros, como por exemplo: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Minas Gerais, Goiás e Mato Grosso do Sul.

Segundo Adalberto Monteiro, presidente da CNA, o Ranking deste ano deverá contar, aproximadamente, com 20 provas. Sendo que cada piloto poderá escolher até seis das 20 etapas para pontuar no Ranking. Vale lembrar que destas seis etapas, quatro podem ser em uma única pista, desde que as outras duas sejam, obrigatoriamente, disputadas em pistas diferentes escolhidas pelo próprio piloto.

Para Waldner Bernardo “Dadai”, presidente da CBA, é importante ver a modalidade cada vez mais profissional.

"A Arrancada é uma representação muito consistente do automobilismo na sua essência. Sobretudo por ser, majoritariamente, composta por apaixonados que dedicam seu tempo livre para o desenvolvimento da modalidade. A satisfação é muito grande ao perceber que ela está crescendo e se profissionalizando”, contou o presidente.
 
A pontuação para o Ranking leva em conta a classificação final de cada piloto em cada prova válida pelo Ranking. A classificação final é definida pela soma dos pontos obtidos durante o ano nas etapas.

Abaixo a classificação final dos três melhores do Ranking em cada categoria. O ranking total é formado pelos 10 melhores pilotos de cada classe. A classificação completa pode ser conhecida no site oficial da Confederação Brasileira de Automobilismo.

Foto: Divulgação


Categoria Standard

1º Thiago Lemos – 439 pontos

2º Felipe Cordova – 329 pontos

3º Dioney Vieira – 229 pontos

 

Categoria Dianteira Original

1º Dioney Vieira – 203 pontos

 

Categoria Dianteira Super

1º Malton Coimbra – 406 pontos

 

Categoria Street Tração Traseira

1º Giovane Chemin – 454 pontos

2º Luiz Adriano Franco – 294 pontos

3º Hiury de Castilho Amaral – 294 pontos

 

Categoria Dianteira Turbo C

1º Anderson Casanova – 496 pontos

2º Dalmo Paes de Abreu – 475 pontos

3º Adriano Prado – 427 pontos

 

Categoria Dianteira Turbo B

1º Luciano Scariot – 472 pontos

2º Carlos Eduardo R. Moreira – 471 pontos

3º José Acacio de Castro Jr. – 454 pontos

 

Categoria Dianteira Turbo A

1º Fabiano Peixoto – 393 pontos

2º Rafael Augusto Lopes – 343 pontos

3º Cristiano dos Santos Duarte – 221 pontos

 

Categoria Traseira Original

1º Alvaro Marcio Teixeira Dias – 348 pontos

2º Israel Fontanela – 212 pontos

3º Luis Fernando Grossi – 172 pontos

 

Categoria Traseira Super

1º Marcio Valmor Junior – 206 pontos

2º Luiz Fernando Grossi – 166 pontos

 

Categoria Turbo Traseira A

1º Israel Fontanela – 408 pontos

2º Christiano José Julio – 358 pontos

3º Cristian Cordeiro Julio – 318 pontos

 

Categoria Força Livre Dianteira

1º Magno Braz Fonseca – 412 pontos

2º Ivo Holtz Jr – 412 pontos

3º Gabriel Lima – 332 pontos

 

Categoria Força Livre Traseira

1º Alberto Aires – 421 pontos

2º Jeferson Iareke – 331 pontos

3º Eder Setti – 203 pontos

 

Categoria Turbo Traseira B

1º Emerson Schnaider – 418 pontos

2° Thales Barbosa – 375 pontos

3º Mairon Cesar Rocha – 209 pontos

 

Categoria Dianteira Turbo Light

1º Carlos Rafael de Oliveira – 630 pontos

2º Leonardo Casagrande – 347 pontos

3º Rhafael Yuri Odorizzi – 325 pontos

 

Categoria Traseira Street Turbo

1º Denis Silva Martins Souza – 596 pontos

2º Marcos Bot Ribeiro – 401 pontos

3º Alexandre Magno de Brito – 391 pontos

 

Categoria Pro Mod Nacional

1º Eduardo Araujo – 406 pontos

 

As categorias Pro Mod, Extreme 10.5s, Drag Light, Drag Top e Drag Jr não tiveram participantes.

Fonte: Assessoria de Imprensa / Autor: Assessoria de Imprensa