17 Julho 2020

João Doria libera a realização de provas de automobilismo em São Paulo

Anúncio aconteceu nessa sexta-feira durante entrevista coletiva concedida pelo governador.

Nesta sexta-feira (17), o governador do Estado de São Paulo, João Doria, anunciou a liberação para a realização de provas de automobilismo no estado. A decisão vale para os municípios enquadrados na faixa amarela do Plano São Paulo. Vale destacar também que a liberação só acontece com o cumprimento das exigências e protocolos de saúde do governo e da prefeitura de SP, bem como o plano estratégico de retomada do automobilismo produzido pela CBA.

Foto: Divulgação

“O automobilismo e o motociclismo são esportes individualizados e controlados. Hoje anunciamos que as atividades do esporte a motor poderão ser retomadas nas regiões que estejam na fase amarela do plano de contingência do Estado de São Paulo. E sempre sob orientação do Centro de Contingência do Covid-19, nosso comitê de saúde", disse o governador de São Paulo.

De acordo com Aildo Ferreira, secretário de esportes do Estado de São Paulo, será obrigatório o cumprimento das normas de segurança para a realização dos eventos.

“Esse é o resumo do protocolo aprovado pelo comitê de contingência para a retomada dos treinos e competições do esporte a motor: restrição de público, testagem obrigatória dos pilotos e de toda a equipe técnica, aferição de temperatura obrigatória a todos que estiverem trabalhando na organização e na realização das competições e uso obrigatório de máscara. Quero agradecer e registrar a presença de Waldner Bernardo, presidente da Confederação Brasileira de Automobilismo”, contou Ferreira.

Presente no encontro, Waldner Bernardo, o Dadai, também comentou sobre a liberação dos eventos de esporte a motor.

"Essa liberação é mais uma consequência do árduo trabalho realizado por toda a comunidade do automobilismo brasileiro na busca de medidas seguras e efetivas para o retorno das nossas atividades. Agradecemos imensamente a confiança depositada pelo governador João Doria e sua equipe", disse o presidente da CBA.

Fonte: Assessoria de Imprensa / Autor: Assessoria de Imprensa